Revista Indústria e Ambiente n.º 82 Setembro / Outubro 2013

Revista Indústria e Ambiente n.º 82 Setembro / Outubro 2013

Sistemas de Tratamento Descentralizados da ECODEPUR®

A ECODEPUR® procede ao desenvolvimento, fabrico e instalação de sistemas de tratamento descentralizados para várias tipologias de aplicação:


- Pequenos aglomerados populacionais;
– Loteamentos e condomínios;
– Parques de campismo;
– Complexos turísticos e desportivos;
– Estações de serviço;
– Estaleiros de obra;
– Componente doméstica de esgotos de indústria;
– Escolas;
– Restaurantes.

 

Os sistemas caracterizam-se pela ausência de odores, pelo impacto visual nulo, pela facilidade de instalação e por emitir ruídos e vibrações desprezáveis. As tecnologias são desenvolvidas tendo em conta a tipologia da aplicação e as exigências de descarga. A ECODEPUR® apresenta um leque alargado de sistemas, dos quais se destaca o sistema SBR (Sequencing Batch Reactor). O processo de tratamento por lamas ativadas em sistema “Batch” caracteriza-se pelo facto de o arejamento e a decantação de lamas se processarem sequencialmente, de forma cíclica, no mesmo reservatório.

A experiência com a instalação e exploração de ETARs Compactas permite destacar as seguintes vantagens dos reatores ECODEPUR® SBR:

Funcionamento sequencial

A afluência ao reator é gravítica mas a extração do efluente tratado é efetuada por bombagem em períodos específicos do dia, permitindo adaptar o regime de funcionamento às condições reais de afluência;

 

Dispensa de recirculação de lamas biológicas

As lamas biológicas são mantidas em suspensão por meio do fluxo de ar introduzido; a decantação secundária é promovida a partir do momento em que o arejamento é interrompido e demora o tempo necessário à produção de um sobrenadante clarificado que possa ser descarregado. Assim que o arejamento é retomado, todas as lamas biológicas decantadas voltam a ser arejadas e “ativadas”, ficando disponíveis para a degradação da matéria orgânica afluente. Evita-se, deste modo, a morte celular no decantador secundário por recirculações de lamas pouco eficientes e por tempos de retenção excessivos no decantador secundário.

 

Reator biológico de dimensões maiores

A baixa razão F/M e fV justifica a utilização de reatores biológicos de maiores dimensões, o que traduz maior robustez ao sistema, tornando-o menos sensível a choques de carga orgânica e/ou biológica. O elevado tempo de retenção no reator aeróbio assegura ainda uma nitrificação altamente eficiente.

 

Maior eficiência de decantação

Uma vez que todo o reator funciona como decantador, o efluente produzido é límpido e de altíssima qualidade, com muito baixa concentração de sólidos em suspensão.

Os Sistemas de Tratamento ECODEPUR® SBR são dimensionados visando dar cumprimento aos Valores Limite de Emissão (VLE) estabelecidos na Legislação Vigente (Dec. Lei n.º 152/97, de 19 de junho) para descarga de águas residuais urbanas em Meio Recetor Natural (Água/Solo) (ver Tabela 1).

Leia o artigo completo no PDF anexo a esta notícia.

Documentos
Peça o seu Orçamento
Nome Produto (Obrigatório)
Seleccione se é Empresa ou Particular (Obrigatório)
Empresa
Nome de Contacto (Obrigatório)
Telefone (Obrigatório)
Localidade (Obrigatório)
Mensagem
Transcreva os seguintes números: 4546
Fechar