Ver modelos e tabela de dimensões (clique aqui)

O consumo de água e nível de contaminação das águas residuais em matadouros dependem essencialmente dos fatores abaixo apresentados:

  • Espécie animal;
  • Natureza e capacidade da instalação;
  • Intensidade de lavagem de carcaças;
  • Existência de uma efetiva separação do sangue e respetivo tratamento.

Nas unidades de transformação de carne, o consumo de água depende antes de tudo do produto a obter (salsichas, chouriços, salames, entre outros).

  • DIMENSIONAMENTO CASO A CASO
  • CUMPRIMENTO DAS EXIGÊNCIAS LEGAIS DE FORMA FIÁVEL E DURADOURA
  • ELIMINAÇÃO DE CONTAMINAÇÃO DE SOLOS E LENÇÓIS FREÁTICOS DEVIDO À COMPLETA ESTANQUICIDADE DOS ÓRGÃOS DE TRATAMENTO
  • FACILIDADE E RAPIDEZ DE INSTALAÇÃO (COMPONENTES PRÉ ASSEMBLADOS E FÁBRICA EM CONDIÇÕES ISO 9001)
  • FACILIDADE DE UP-GRADE EM CASO DE AUMENTO DA CAPACIDADE DE PRODUÇÃO – SOLUÇÕES MODULARES

 

AS ÁGUAS RESIDUAIS SÃO GERADAS MEDIANTE

  • Lavagem da área de operação, das instalações e equipamentos
  • Realização de operações específicas ao nível do processo produtivo nomeadamente:
    • Atordoamento de aves;
    • Escaldagem de aves e porcos;
    • Despoluição de bovinos;
    • Evisceração e lavagem de carcaças;
    • Etc.

Os efluentes gerados possuem uma carga orgânica muito elevada, o que constitui uma forte ameaça ao ambiente assim como representam um sério risco microbiológico e toxicológico para a saúde humana.

A ECODEPUR® adota para esta indústria um dimensionamento casuístico dos sistemas integrados de tratamento tendo em conta as particularidades de cada instalação, nomeadamente capacidade de produção, tipologia dos produtos fabricados, disponibilidade de terreno e exigências de descarga (coletor/meio recetor natural/reutilização).

No caso de sistema integrados, com abate, transformação e processamento, de forma a efetivar a eficiência processual e consequente melhoria na relação custo/benefício, poderá ser favorável a separação de linhas das diversas áreas produtivas e respetivos pré-tratamentos, como é o caso de escorrências sanguíneas.

No entanto, o esquema de tratamento consiste basicamente nas seguintes operações unitárias:

  • Bombagem a montante do sistema de tratamento;
  • Tratamento preliminar, com tamisagem fina de modo a eliminar os sólidos grosseiros e finos (< 2 mm);
    • Equalização / Homogeneização, para minimizar os efeitos da grande variação de caudal e qualidade do efluente, otimizando o funcionamento das etapas de tratamento a jusante;
    • Flotador por ar dissolvido (DAF), de forma a eliminar sólidos suspensos, gorduras e matéria orgânica. As performances atingidas pelos DAF podem ser otimizadas com a adição de coagulantes e floculantes;
    • Tratamento biológico. Neste âmbito a ECODEPUR® possui um vasto leque de tecnologias disponíveis, nomeadamente reatores de lamas activadas com processo de nitrificação/desnitrificação em regime SBR e reatores de leito misto MBBR;
    • Tratamento terciário, sempre que se pretenda a reutilização do efluente tratado ou em situações de normas de descarga mais exigentes.
Peça o seu Orçamento
Nome Produto (Obrigatório)
Seleccione se é Empresa ou Particular (Obrigatório)
Empresa
Nome de Contacto (Obrigatório)
Telefone (Obrigatório)
Localidade (Obrigatório)
Declaro que li e aceito aPolítica de Privacidade da Ecodepur (Obrigatório)
Mensagem
Transcreva os seguintes números: 3746
Fechar